PSDB quer ganhar o Senado no 'tapetão', diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que um possível afastamento do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), não traria benefícios às instituições e atacou a oposição, afirmando que o PSDB quer ganhar a Casa "no tapetão". "O DEM e PSDB querem que o Sarney se afaste para o Marconi Perillo (senador pelo PSDB-GO e primeiro vice-presidente do Senado) assumir, o que não é nenhuma vantagem para ninguém", afirmou ele em Sirte, na Líbia. "A única vantagem é para o Marconi Perillo e para o PSDB, que querem ganhar o Senado no tapetão. Assim não é possível. Isso não faz parte do jogo democrático."

AE, Agencia Estado

01 de julho de 2009 | 16h46

Um dos parlamentares citados entre os que teriam parentes beneficiados por meio de atos secretos e acusado de beneficiar um neto em um esquema de crédito consignado no Senado -, alvo de investigação da Polícia Federal (PF) -, Sarney viu ontem PSDB, DEM e PDT pedirem seu afastamento do cargo. Hoje, foi a vez do peemedebista perder o apoio do PT, partido do presidente Lula. O ataque de Lula contra a oposição foi feito logo após sua participação na cerimônia de abertura da Cúpula da União Africana.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoJosé SarneyLulaPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.