PSDB prorroga mandato de direção em SP

De olho em 2010, sigla repete estratégia aplicada no comando nacional

Elizabeth Lopes, O Estadao de S.Paulo

30 de julho de 2009 | 00h00

O Diretório Estadual do PSDB de São Paulo teve seu mandato prorrogado por mais um ano. A decisão, tomada anteontem à noite com o aval da direção nacional da legenda, faz parte da estratégia do partido em preparar suas bases para as eleições gerais de 2010, fortalecendo os núcleos regionais e propiciando palanques sólidos para a corrida presidencial, informa o presidente do PSDB paulista, deputado Antonio Carlos de Mendes Thame.São Paulo foi o primeiro diretório estadual a ter o mandato de sua direção prorrogado. A mesma medida já havia sido tomada no início do mês pela Executiva Nacional da legenda, que prorrogou seu próprio mandato por mais um ano, com o objetivo de centrar o foco na preparação da sigla para a campanha eleitoral do ano que vem. Assim, o atual presidente do partido, senador Sérgio Guerra (PE), permanecerá no cargo até outubro do ano que vem. A resolução aprovada ontem também teve o aval dos dois principais nomes tucanos à disputa presidencial de 2010, os governadores de São Paulo, José Serra, e de Minas Gerais, Aécio Neves. Para Mendes Thame, a decisão reflete o desejo de o partido caminhar unido e fortalecido para o embate sucessório. "Estamos trabalhando no propósito de montar uma estrutura sólida, não apenas para as eleições de 2010, mas também para o pleito de 2012", destaca. O parlamentar informa que, até o final do mês que vem, o Diretório Estadual de São Paulo fará uma análise detalhada dos diretórios municipais da sigla no Estado, para ver os locais onde os mandatos serão prorrogados e onde poderá haver eventuais mudanças. O mandato da direção estadual iria expirar no mês de outubro e os mandatos municipais no mês que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.