PSDB pode não ser cabeça-de-chapa, diz Fernando Henrique

O presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou, nesta quinta-feira, em entrevista à TV Bandeirantes, que não há exigência prévia de que o cabeça da chapa governista nas eleições de 2002 seja do PSDB. O presidente disse que seu candidato será aquele que reunir as melhores condições para ganhar a eleição.A declaração pode ser interpretada como aceitação de uma candidatura à Presidência fora do PSDB, mas Fernando Henrique admitiu, também, que a aliança pode não se manter.Sobre Itamar Franco, Fernando Henrique disse não entender as críticas do governador de Minas Gerais. ?Nunca respondi nada ao Itamar, sempre o tratei bem. Gosto dele.?O presidente também estranhou as acusações do ex-ministro Ciro Gomes, que teria atribuído a Fernando Henrique uma inconfidência sobre o seu relacionamento com a atriz Patrícia Pillar. ?Ele não tem intimidade comigo. Como é que ele ia me contar uma inconfidência dessas??Perguntado se o ministro da Saúde, José Serra, seria um bom candidato, o presidente desconversou: ?Se eu disser que sim, vão logo dizer que ele é o candidato do presidente. Se disser que não, vão dizer que ?queimei? o Serra.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.