PSDB pede apuração de denúncia contra PT e PTB

O PSDB anunciou, em nota oficial, que está encaminhando à Procuradoria Geral da República um pedido de apuração da denúncia - publicada pela revista Veja - de que o PT teria pago ao PTB a quantia de R$ 10 milhões, em troca de apoio nas eleições deste ano. O presidente em exercício do PSDB, senador Eduardo Azeredo (MG), e o líder do partido na Câmara, deputado Alberto Goldman (SP), assinam a nota, na qual a denúncia é definida como "um dos mais graves escândalos de corrupção e improbidade administrativa de que se tem notícia no Brasil". Diz ainda a nota que "a gravidade da denúncia está relacionada aos protagonistas do escândalo - os presidentes dos dois partidos envolvidos, o chefe da Casa Civil da Presidência da República (ministro José Dirceu) e o tesoureiro do PT (Delúbio Soares) -, bem como ao fato de que a negociata relatada pela citada revista teria acontecido no terceiro andar do Palácio do Planalto, prédio público que abriga o presidente da República."Segundo o texto, o PSDB espera que os denunciados sejam intimados a prestar esclarecimentos e que todas as diligências judiciais requeridas sejam feitas. "Cabe destacar que os acusados na reportagem não se manifestaram no sentido de processar os autores da denúncia, o que revela um estranho comportamento de quem está sendo acusado de atos tão imorais e criminosos", completa a nota do PSDB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.