PSDB pede apuração da compra de ingressos pelo BB

O vice-líder do PSDB na Câmara, deputado Alberto Goldman (SP), entregou hoje à Procuradoria-Geral da República uma representação pedindo que sejam apurados os fatos referentes à compra, pelo Banco do Brasil, de ingressos para um show da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano na Churrascaria Porcão, em Brasília, cuja renda seria revertida para a compra da nova sede do PT em São Paulo. Na representação, o parlamentar pede que sejam investigados os fatos para apurar se foram cometidos atos de improbidade administrativa pelo diretor de Marketing e Comunicação do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, e pelo presidente do BB Popular, Ivan Guimarães, no exercício de seus cargos, para proporcionar vantagem patrimonial ao Partido dos Trabalhadores. Pede, também, que se apure suposto tráfico de influência do tesoureiro do PT, Delúbio Soares. Além da representação ao Ministério Público, Goldman pretende apresentar, também, requerimento à Comissão de Fiscalização Financeira da Câmara, convidando para prestar esclarecimentos os dois diretores do BB; Delúbio Soares; o corregedor-geral da União, ministro Waldir Pires, e a presidente do Conselho de Ética Pública da Presidência da República, Maria Vitória Benevides. Os pedidos devem ser formulados na próxima semana, quando a comissão deverá se reunir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.