PSDB paulista anuncia ser contra prorrogação da CPMF

Enquanto o governo federal e os líderes tucanos no Senado tentam fechar um acordo que possibilite o apoio da legenda à prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) no Congresso Nacional, a direção do PSDB de São Paulo anuncia que é totalmente contrária à continuidade do imposto do cheque. A posição da executiva paulista tucana é a mesma adotada pela bancada do PSDB na Câmara dos Deputados."Mercê do excesso de arrecadação constatado no corrente ano e da sobrecarga tributária sobre os cidadãos e setores produtivos do nosso país, não se justifica a prorrogação da CPMF, razão pela qual a Executiva Estadual do PSDB-SP espera que os senadores tenham a mesma postura tomada pelos deputados federais do partido, contrária à prorrogação da CPMF", diz uma nota oficial assinada pelo presidente estadual da sigla, deputado federal Antonio Carlos de Mendes Thame.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.