PSDB não será "cordeiro" da CPI do Banestado, diz Jutahy

O líder do PSDB na Câmara, deputado Jutahy Júnior (BA), disse que seu partido não será "cordeiro" da CPI do Banestado. Segundo ele, o PSDB não tem medo das investigações, e a instalação da comissão é um problema do governo. Jutahy diz que o partido está disposto a investigar, e no mesmo dia em que a CPI foi criada, na quinta-feira passada, o PSDB indicou seus representantes e o presidente da CPI, deputado Custódio Mattos (MG). "Se o governo não quer a CPI, não será com um ato do PSDB", afirmou. A CPI foi criada na Câmara, contrariando o governo, para investigar a remessa ilegal de US$ 30 bilhões ao exterior por meio de contas CC-5, principalmente pelo Banco do Estado do Paraná (Banestado).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.