PSDB inicia convenção em SP para oficializar Alckmin

O PSDB iniciou na manhã de hoje, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a convenção que vai oficializar a candidatura de Geraldo Alckmin ao governo estadual. Até as 14 horas, os militantes do partido votarão a escolha de Alckmin para liderar a chapa, que terá ainda Guilherme Afif Domingos (DEM) como candidato a vice. A presença no evento de José Serra, que ontem foi confirmado como candidato à Presidência pelo PSDB, está confirmada.

RODRIGO PETRY E FABRÍCIO DE CASTRO, Agência Estado

13 de junho de 2010 | 10h36

Desde cedo, a movimentação ao redor da Assembleia Legislativa é grande. O evento também vai oficializar a candidatura ao Senado de Aloysio Nunes (PSDB), ex-chefe da Casa Civil do governo paulista, e Orestes Quércia (PMDB), ex-governador do Estado. A coligação de apoio à Alckmin é formada por PSDB, PHS, PPS, DEM, PMDB e PMN. Outros 107 candidatos estaduais e 51 federais serão homologados hoje pelo PSDB. Ao meio dia está previsto o início dos discursos dos candidatos, sendo que os pronunciamentos de Serra e de Alckmin são os mais aguardados.

Ontem, a convenção nacional do PSDB lançou oficialmente, em Salvador, a candidatura do ex-governador de São Paulo, José Serra, à Presidência da República. Durante o evento, Serra criticou o apadrinhamento, o aparelhamento do Estado e os políticos classificados por ele como "neocorruptos".

Apesar de ser oficialmente o candidato do PSDB, Serra ainda não tem um vice para a chapa nacional. A definição deve ocorrer apenas na reta final do registro das candidaturas. Entre os nomes citados para compor a chapa estão o do atual presidente do partido, o senador Sérgio Guerra (PE), e o do senador Álvaro Dias (PSDB-PR). Outro nome cogitado é o do tucano mineiro Pimenta da Veiga.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoPSDBconvençãoAlckminSerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.