Monica Zarattini/Estadão
Monica Zarattini/Estadão

PSDB indica Aloysio Nunes e Ataídes Oliveira para titulares do Conselho de Ética do Senado

Rede Sustentabilidade e PPS entraram nesta terça com representação no colegiado em que pedem abertura de processo por quebra de decoro que pode levar à cassação do senador Delcídio Amaral

Ricardo Brito, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2015 | 19h45

BRASÍLIA - A bancada do PSDB no Senado indicou os senadores Aloysio Nunes Ferreira (SP) e Ataídes Oliveira (TO) como titulares do Conselho de Ética da Casa. Os tucanos também indicaram para suplentes o líder do partido na Casa, Cássio Cunha Lima (PB), e o senador Dalírio Beber (SC).

A Rede Sustentabilidade e o PPS entraram mais cedo com representação no Conselho de Ética do Senado em que pedem a abertura de um processo por quebra de decoro que pode levar à cassação do senador Delcídio Amaral (PT-MS). O petista está preso desde a quarta-feira passada, 25, sob acusação de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato.

Como antecipou o Estado, na edição do último domingo, 29, a estratégia da oposição em não assinar a representação é garantir que os senadores possam participar do sorteio da relatoria do processo, caso seja admitido pelo presidente do Conselho de Ética. O Código de Ética não permite que membros do partido do senador investigado, bem como do partido que representou contra ele, sejam relatores. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.