PSDB e PFL discutem como denunciar uso da máquina por Lula

O líder do PFL na Câmara, deputado Rodrigo Maia (RJ), disse que uma das prioridades na primeira reunião do conselho político responsável pela coligação PFL-PSDB em torno da pré-candidatura presidencial de Geraldo Alckmin (PSDB) é a de avaliar a situação dos palanques da aliança PSDB-PFL nos Estados. "Nesta reta final, a questão regional é importante", afirmou Maia. Ele informou que o conselho político discute hoje uma estratégia para denunciar o que chama de uso da máquina pública pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, inclusive pedindo à Justiça Eleitoral que se pronuncie sobre publicidade a favor da reeleição por empresas estatais.O candidato a vice-presidente da República na chapa de Alckmin, senador José Jorge (PFL-PE), destacou a importância do conselho para discussão interna das divergências entre PFL e PSDB. O senador disse que o conselho deve ser o mais amplo possível e incluir representantes de eventuais outros partidos aliados.O presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), ao chegar , não quis, inicialmente, fazer comentários, limitando-se a dizer que estava no encontro para "ouvir". Depois, disse para os jornalistas: "Chegou a hora da arrancada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.