PSDB e DEM oficializam aliança na Bahia para enfrentar PT

Partidos querem atrair também o PR, da base aliada de Lula, contra o governador petista Jacques Wagner

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo,

15 de junho de 2009 | 11h02

O PSDB e o DEM oficializam nesta segunda-feira, 15, aliança na Bahia para concorrer ao governo do Estado no pleito de 2009, contra o atual governador Jaques Wagner, do PT. A aliança é considerada histórica pelo DEM, pois o PSDB no Estado fazia oposição ao grupo "carlista", liderado pelo senador Antonio Carlos Magalhães.

 

O acordo foi costurado na semana passada, em São Paulo, com a participação do governador paulista José Serra, mas ainda provoca conflitos internos entre os tucanos da Bahia. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PSDB), afirma que deixará a legenda por causa da aliança.

 

Democratas e tucanos querem agora atrair o PR, integrante da base aliada do presidente Lula. O presidente da legenda no Estado, o ex-carlista César Borges, admite ser "natural" a aproximação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.