André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

PSDB diz que Dilma está disposta 'a fazer o diabo da vida dos brasileiros'

Em nota, partido critica ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e acusa governo de fazer 'impostaço'

Ricardo Brito, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2015 | 12h35

BRASÍLIA - O PSDB divulgou nesta quarta-feira, 21, um artigo em que critica as recentes decisões tomadas pelo governo Dilma Rousseff para melhorar a situação da economia brasileira. O texto afirma que a presidente realiza um "impostaço" e não poupa sequer o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, de cutucadas.


"Não passa um dia sem que mais uma maldade salte do saco nefasto que Dilma Rousseff traz nas costas desde que foi reeleita. Ontem (segunda, 19), foi a vez do veto ao reajuste da tabela do imposto de renda, aumentando ainda mais a carga de tributos cobrada dos contribuintes. A presidente promove um 'impostaço' como há muito não se via", diz o artigo do Instituto Teotônio Vilela (ITV), órgão de estudos e análises do partido.



Intitulado "O 'impostaço' diabólico de Dilma e Levy", a análise sustenta que, para endireitar a economia que ela mesma "desvirtuou", a presidente opta agora pela trilha do ajuste recessivo, penalizando os cidadãos, prejudicando os trabalhadores e esfriando ainda mais a já "anêmica" atividade produtiva no país.


"Nada de uma reformulação estrutural no sistema tributário que aliviasse a carga de quem ganha menos e incentivasse a produção. Nada, também, de medidas de racionalização dos gastos, de diminuição da máquina pública, de uma reforma agrária no imenso latifúndio improdutivo que é seu paquidérmico ministério de 39 pastas", argumenta.


O texto diz que a presidente se recolhe enquanto as maldades "saltam aos borbotões". Cita o fato de que, há um mês, Dilma não dá entrevistas à imprensa, deixando para Joaquim Levy a função de porta-voz das más notícias. E questiona se é Dilma ou o ministro da Fazenda quem manda no país no momento. Em seguida, contudo, finaliza com uma resposta crítica a Dilma e a Levy. "Ambos, porém, mostram-se dispostos a fazer o diabo da vida dos brasileiro".

*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.