PSDB discute expulsão de senadores

Com a presença dos governadores Tasso Jereissati (CE), Almir Gabriel (PA) e Marconi Perillo (GO), a Executiva Nacional do PSDB iniciou nesta terça-feira à noite uma reunião para definir a situação dos senadores Osmar Dias (PSDB-PR) e Álvaro Dias (PSDB-PR), ameaçados de ser expulsos do partido por terem assinado o requerimento de criação da CPI da Corrupção.Antes do encontro, a bancada tucana no Senado fez uma reunião, e quatro senadores participaram do encontro com o objetivo de solidarizar-se com os irmãos Dias. Caso não consiga afastar os dois senadores do PSDB, o presidente do partido, José Aníbal (SP), tentará aprovar outra proposta: a intervenção no diretório regional do PSDB do Paraná, comandado pelos dois senadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.