PSDB discute estratégia da sucessão

O PSDB realizará nos próximos dias 30 e 31, em Belém (PA), uma ampla reunião para, mais uma vez, tentar unificar o discurso rumo às eleições de 2002 edefinir as linhas do partido para os próximos dois anos.Já está confirmada a presençados seis governadores do partido, de todos os ministros tucanos, dos três líderes dogoverno no Congresso, além do presidente do PSDB, senador Teotônio Vilela Filho(PSDB-A), e do presidente da Câmara, deputado Aécio Neves (PSDB-MG).Desde a morte deMário Covas, o PSDB tem realizado encontros partidários com o objetivo de discutircomo atuará daqui para frente.Em maio, o PSDB elegerá uma nova Executiva Nacional,que, de acordo com as discussões preliminares, deverá ser mais expressiva e atuante,já que o futuro presidente do partido vai coordenar a campanha pela sucessãopresidencial.O governador Tasso Jereissati, do Ceará, e os ministros da Saúde, JoséSerra, e da Educação, Paulo Renato, nomes citados como pré-candidatos pelos tucanos,estarão igualmente na reunião de Belém.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.