PSDB denunciará pronunciamento de Dilma, diz Aécio

O pronunciamento da presidente Dilma Rousseff em comemoração ao Dia da Independência, feito ontem (6), foi classificado por Aécio Neves (PSDB/MG) como um desrespeito ao cargo ocupado pela petista e como ferramenta eleitoral. O presidente nacional do PSDB e pré-candidato à Presidência da República se manifestou na noite desta sexta-feira em um perfil de uma rede social.

MARIO BRAGA, Agência Estado

07 de setembro de 2013 | 11h25

O senador mineiro acusa Dilma de legitimar o "vale tudo" eleitoral e de "tentar reconquistar, a qualquer custo, a popularidade perdida".

No texto, o tucano afirma que o PSDB vai denunciar o caso à justiça "pela agressão às regras democráticas e por significar propaganda eleitoral antecipada, agravada por se realizar às custas do dinheiro público".

Até a manhã deste sábado, a postagem no perfil do político contava com mais de 6 mil "curtidas" e 2.500 compartilhamentos.

Pronunciamento

O pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão na noite da sexta-feira, 6, durou dez minutos. Dilma afirmou que o governo trabalha para aprofundar os cinco pactos propostos por ela em resposta às manifestações de junho. Ela disse ainda que a população tem o direito de se indignar e de cobrar mudanças.

A presidente fez um apelo, porém, para que "uma capa de pessimismo" não cubra os avanços do Brasil nos últimos anos. "Mas há, igualmente, um Brasil de grandes resultados, que não podemos deixar de enxergar e de reconhecer", afirmou.

A petista ressaltou a destinação de 75% dos royalties do petróleo para educação, relatou os avanços na negociação da Reforma Política e garantiu melhorias para o transporte público. Dilma fez ainda uma rápida menção ao pacto pela estabilidade fiscal, ao dizer que ele tem por objetivo "manter a inflação sob controle e as contas públicas equilibradas".

Mais conteúdo sobre:
AécioDilmapronunciamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.