PSDB definirá candidato em SP em pré-convenção

A escolha do nome que vai representar o PSDB nas eleições municipais de São Paulo começa a caminhar para uma definição na semana que vem, com a definição da data da pré-convenção que vai oficializar um dos quatro pré-candidatos que estão na disputa. Segundo o presidente do Diretório Municipal do partido, deputado Edson Aparecido, o nome estará definido, no máximo, até a primeira semana do mês de maio. "Independentemente do nome que será escolhido, o partido está muito unido e confiante de que temos as melhores chances nessas eleições", afirma Aparecido. Até o início deste mês, o partido trabalhava com um cenário principal que incluía o nome do presidente da legenda, José Serra, como provável candidato. Esta semana, contudo, os dirigentes tucanos na capital já não contam com essa possibilidade e centram o foco nas discussões temáticas que irão nortear o pleito. Além disso, estão sendo intensificados os contatos dos pré-candidatos, que são o secretário estadual de Segurança Pública, Saulo de Castro, o ex-presidente nacional da legenda José Aníbal e os deputados federais Zulaiê Cobra e Walter Feldmann, com delegados e membros dos diretórios zonais e da executiva municipal. Já foram feitas 192 reuniões nesse sentido.Com base na perspectiva de que o PSDB terá chances de chegar ao segundo turno, os tucanos partem também para a costura de alianças. Um dos objetivos das lideranças da legenda é tentar repetir na esfera municipal a dobradinha vitoriosa que levou o governador Geraldo Alckmin à reeleição, com o PFL no cargo de vice. Caso aos entendimentos se concretizem, os tucanos pretendem ceder o cargo de vice na chapa aos pefelistas. Outro partido que os tucanos pretendem atrair para uma coligação, ainda no primeiro turno, é o PSB. A estratégia já definida pelos tucanos na capital só poderá ser derrubada caso o ex-senador José Serra resolva entrar na disputa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.