PSDB define nome para presidência da Assembleia

Depois de uma semana de disputa interna, o PSDB escolheu ontem o candidato do partido à presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo. Será o atual líder do governo na Casa, Barros Munhoz. A eleição está marcada para 15 de março.Candidato preferencial do governador José Serra, Munhoz foi eleito, por unanimidade, pelos 23 deputados tucanos. Até o início da reunião da bancada, o deputado Celino Cardoso concorria a vaga, mas desistiu por falta de apoio. Por enquanto, não há outra candidatura lançada oficialmente.Um novo assunto em debate no Legislativo é a criação de duas vice-presidências. Hoje existem dois vice-presidentes, mas, segundo a Assembleia, há necessidade de mais suplentes. A proposta foi discutida ontem na reunião dos líderes e está num projeto de resolução elaborado por uma comissão incumbida de rever o regimento da Assembleia. As novas vagas na Mesa Diretora seriam ocupadas por PSB e PDT. Segundo o presidente da Assembleia, Vaz de Lima (PSDB), a medida não prevê criação de cargos nem trará custo adicional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.