PSDB de Belo Horizonte espera acordo eleitoral com PT

Aliança entre petistas e tucanos em torno de um candidato na capital mineira é articulada por Aécio e Pimentel

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

11 de fevereiro de 2008 | 18h28

O presidente do PSDB de Minas Gerais, Custódio Mattos, disse nesta segunda-feira, 11,  que continua confiando num eventual acordo entre tucanos e petistas na eleição municipal de Belo Horizonte, embora a cúpula nacional do PT tenha aprovado uma resolução no fim de semana vetando qualquer possível aliança com o PSDB nas disputas deste ano. "Da leitura que eu faço do noticiário de hoje, eu não compreendo que tenha havido essa vedação, mas isso é uma questão interna do PT", afirmou Mattos, que também ocupa o cargo de secretário de Estado de Desenvolvimento Social. "O nosso diálogo, naturalmente, é com o PT de Minas Gerais e, especialmente, em Belo Horizonte. Eles, num tempo futuro, darão uma resposta definitiva sobre suas discussões internas", acrescentou. Uma aliança entre petistas e tucanos em torno de um candidato de consenso na capital mineira é articulada pelo governador Aécio Neves (PSDB) e pelo grupo do prefeito Fernando Pimentel (PT).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.