André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

PSD convida Meirelles para disputar Presidência em 2018

Segundo líder do partido na Câmara, Marcos Montes, ministro atende aos requisitos para o cargo

Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2017 | 15h41

BRASÍLIA- A bancada federal do PSD convidou hoje o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para ser o candidato da legenda à Presidência da República em 2018, disse o líder do partido na Câmara, Marcos Montes (MG). Segundo ele, o ministro atende aos requisitos e, como comandante da economia, se credencia junto à sociedade e ao mercado.

 

"Meirelles recebe sempre com entusiasmo. Se vier a ser chamado, temos convicção de que vai atender ao chamado da sociedade", afirmou. O líder disse ainda que o ministro "deu um sorriso" ao ouvir a proposta, o que "vale mais do que duas palavras".

+ Luiza Trajano descarta candidatura e aposta em grupo 'Mulheres do Brasil'

A bancada do PSD na Câmara participou de almoço hoje na residência do ministro em Brasília. Segundo Montes, foram discutidos temas econômicos e políticos. Não se trataram detalhes de uma eventual candidatura, como a necessidade de desincompatibilização do cargo até abril como requer a lei. Montes também lembrou que a decisão ainda passará pela presidência do partido, ao qual Meirelles já é filiado.

"Pedimos autorização para falar de política em nome dele (Meirelles). Ele disse praticamente que sim", acrescentou Montes. Para o líder, o nome do ministro "cai como uma luva" para a candidatura do PSD à Presidência em 2018. Ele lembrou que foi um "homem do partido" que liderou a retomada do crescimento. 

Após ser apontado como provável nome do PSD para a candidatura à Presidência em 2018, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, negou que seja pré-candidato ao cargo. "Eu não sou pré-candidato à Presidência da República", disse Meirelles em seu perfil oficial no Twitter. Apesar disso, o ministro afirmou ter ficado "muito honrado com as palavras de todos os deputados do PSD".

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.