PSDB articula depoimento do secretário da Receita

O PSDB articula para chamar o secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, a depor na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado sobre a quebra ilegal de sigilo fiscal do vice-presidente do partido, Eduardo Jorge. Hoje, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) avisou que apresenta quarta-feira, na CCJ, um requerimento para que o pedido de convite seja aprovado.

ANA PAULA SCINOCCA, Agência Estado

21 de junho de 2010 | 19h33

Dados fiscais de Eduardo Jorge teriam sido levantados por um grupo de inteligência da campanha da ex-ministra Dilma Rousseff (PT). As informações teriam saído diretamente de sistemas da Receita Federal. "A quebra de sigilo configura crime. Está na Constituição, no Código Penal e no Código Tributário", disse Dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.