PSDB: afastamento de senadores da CCJ foi 'violência'

O PSDB considerou um "ato de violência" o afastamento dos senadores Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) e Pedro Vasconcelos (PMDB-RS) da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), informou em nota, hoje, o partido tucano. Para o partido, a decisão teve "nítido caráter de represália pela firme posição" dos parlamentares na Comissão. Caso a determinação não seja revista, o PSDB cogita a hipótese de ceder as vagas de que dispõe na Comissão aos dois peemedebistas.Segundo a nota, "este ato de violência, com nítido caráter de represália pela firme posição destes dois ícones da política brasileira em defesa do Senado Federal, contradiz e macula a história do PMDB". O partido informa esperar por uma revisão dos afastamentos e cogita até mesmo ceder as "vagas de que dispõe naquela Comissão, para que continuem tendo voz e voto na luta pela defesa da Constituição, da Justiça e da Cidadania".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.