PSDB afasta dois deputados dissidentes de suas funções

A exemplo do que fez o PT com os seus rebeldes, o PSDB também acaba de enquadrar dissidentes seus. O líder do partido na Câmara, Jutahy Júnior (BA), puniu dois expoentes do chamado "Grupo dos 12", que declarou apoio ao pacote de reformas do governo, antes mesmo de o partido discutir detalhes das propostas. Os deputados Osmânio Pereira (MG) e Salvador Zimbaldi (SP) foram afastados de todas as funções e cargos que desempenhavam na Câmara representando seu partido.Osmânio foi destituído da Comissão Mista de Orçamento e Zimbaldi, das Comissões de Ciência e Tecnologia e Minas e Energia. Eles também não mais serão designados para relatar medidas provisórias e propostas de emenda, nem para participar de comissões especiais para examiná-las. "O PSDB é partido de oposição. Quem quiser ser governo deve ter a decência de deixar o partido", disse Jutahy Júnior. Ele só tomou a decisão de destituir os dois deputados depois de cruzar os resultados de todas as votações ocorridas em plenário e nas comissões desde o início da legislatura, iniciada em fevereiro, até hoje. Nesse cruzamento, ele pôde constatar que os dois parlamentares só votaram com o PSDB quando a orientação da liderança do governo coincidiu com a recomendação do líder tucano a seus liderados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.