PSD confirma filiação de Henrique Meirelles

A direção nacional do PSD confirmou, hoje, por meio de nota, a filiação do ex-presidente do Banco Central (BC) Henrique Meirelles. Mais cedo, Meirelles transferiu seu domicílio eleitoral de Goiânia, em Goiás, para a capital de São Paulo, no cartório eleitoral da Bela Vista, na 1ª Zona da capital. A mudança, do PMDB para o PSD, teria como propósito o eventual lançamento do nome do ex-presidente da autoridade monetária para a sucessão do prefeito Gilberto Kassab, fundador do PSD. Em conversas com aliados, o prefeito já cita Meirelles como um possível nome para a disputa municipal.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

07 de outubro de 2011 | 18h11

"É com satisfação que anuncio minha entrada no PSD. Agradeço a acolhida no PMDB, o maior partido do País, mas essa oportunidade de participar da formação de um grande partido nacional desde o seu início me estimula muito", afirmou Meirelles, de acordo com a nota. "É importante ressaltar que não se trata de um projeto eleitoral, mas de contribuir no debate e na formulação de políticas para sustentar e incrementar o nosso desenvolvimento", acrescentou.

Ainda na nota, o prefeito de São Paulo destacou a carreira política do ex-presidente do BC e relembrou a sua atuação durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Meirelles marcou sua atuação pela capacidade de trabalho e pela competência, que é uma de suas maiores características", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
PSDMeirellesfiliação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.