PSC quer indicar candidato a vice de Serra

O nome de Mão Santa foi sugerido pelos bons índices apresentados em pesquisas de intenção de votos

Luciano Coutinho, de O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2010 | 17h33

TERESINA - Uma comissão do PSC nacional esteve com o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, e entregaram a cópia de uma ata, onde o partido sugere o nome do senador Mão Santa para compor a chapa encabeçada por José Serra. No entendimento dos lideres do partido, seria uma composição para fortalecer o nome de Serra no Nordeste.

 

A ata da reunião do PSC foi entregue a Sérgio Guerra na segunda-feira, 14. O nome de Mão Santa foi sugerido pelos bons índices apresentados em pesquisas de intenção de votos. Alguns nomes do DEM consideram Mão Santa como um bom nome, porque é bem conhecido no Nordeste e no restante do País. Sérgio Guerra não manifestou nenhuma resposta a comissão do PSC, liderada pelo presidente nacional do partido, pastor Everaldo Ribeiro.

 

O PSC tem assento no conselho superior de campanha de José Serra, que é composto pelos representantes dos partidos aliados do tucano.

 

Até agora, o PSDB, segundo Sérgio Guerra, o nome do candidato a vice vai ser acordado com o DEM, com aval de José Serra. O nome só será definido e anunciado na convenção marcada para o dia 30.

 

O líder do DEM na Câmara Federal, Paulo Bornhausen, informou que os senadores José Agripino Maia (RN) e José Carlos Aleluia (BA) disputam o cargo de vice de Serra. O nome deve sair na convenção do DEM marcada para o dia 30.

 

O presidente do PSDB evitou confirmar se o vice será ou não do DEM. Ele reafirmou que a escolha do companheiro de chapa cabe ao candidato, mas destacou que os aliados participarão do processo de escolha.

 

"O DEM colocou que o partido acha natural fazer a indicação, o que é uma colocação legítima. O Serra certamente vai levar esse pleito em consideração e qualquer que seja a solução vai ser acordada com o DEM", afirmou Guerra.

 

O presidenciável José Serra evitou falar sobre a escolha do vice. Alega ainda o partido ainda tem tempo para contemporizar os nomes que estão sendo sugeridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.