PSC desiste de apoiar chapa de Serra e vai apoiar a candidatura de Dilma

Vice-presidente da sigla, pastor Everaldo, disse que decisão não foi influenciada pela recente liderança da petista nas pesquisas eleitorais

Agência Brasil

30 de junho de 2010 | 17h19

BRASÍLIA – O Partido Social Cristão (PSC) anunciou nesta quarta-feira, 30, que desistiu de apoiar a chapa PSDB-DEM, encabeçada por José Serra, para a Presidência da República. Após votação, a executiva do partido decidiu retirar o apoio e se juntar à candidatura da ex-ministra Dilma Roussef, da coligação do PT-PMDB.

 

O vice-presidente do PSC, pastor Everaldo, disse que a decisão não foi influenciada pela recente liderança da candidata petista nas pesquisas eleitorais. Segundo ele, o que pesou na decisão foi o embate dos últimos dias entre o PSDB e os Democratas pela escolha do candidato a vice-presidente. "Na hipótese do vice ser o Aécio [Neves, ex-governador de Minas Gerais], nós fecharíamos com o PSDB, já que o Aécio é uma figura incontestável", afirmou.

 

O PSC tem como um de seus principais políticos, o ex-governador do Distrito Federal (DF), Joaquim Roriz, que é pré-candidato a governador do DF.

 

Com a adesão do PSC, a campanha de Dilma Rousseff deve ganhar mais tempo na propaganda de rádio e televisão.

Tudo o que sabemos sobre:
PSCSerraDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.