PSB perde 3 minutos do programa gratuito

O Tribunal Superior Eleitoral tirou 3 minutos da propaganda do PSB ao julgar representação do Ministério Público Eleitoral do Pará. A Procuradoria aponta desvio de finalidade em programa de 2006 porque a maior parte do tempo foi usada para Ademir Andrade prestar contas de sua gestão na presidência da Companhia Docas do Pará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.