PSB e PCdoB anunciam apoio a Tarso Genro no RS

Aliança mantém aberta a 2ª vaga da chapa ao Senado; PSB vai indicar ex-deputado para vice

Elder Ogliari / PORTO ALEGRE, Agência Estado

24 Maio 2010 | 19h57

O PSB e o PCdoB vão apoiar a candidatura do ex-ministro da Justiça, Tarso Genro (PT), ao governo do Rio Grande do Sul. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 24, por lideranças dos três partidos. O PSB vai indicar o ex-deputado estadual e ex-prefeito de São Lourenço do Sul e de Cristal, Beto Grill, para o cargo de vice-governador.

A aliança mantém aberta a segunda vaga da chapa ao Senado. A primeira é de Paulo Paim (PT), que buscará a reeleição. O PSB e o PC do B formarão coligação à parte para disputar as eleições proporcionais.

O apoio dos dois partidos acabou com o isolamento ao qual o PT estava submetido desde o início das articulações eleitorais. "Havia a análise de que ficaríamos solitários, mas tínhamos que respeitar o tempo dos interlocutores", afirmou Tarso. A aliança só se tornou viável na semana passada, quando o deputado federal Beto Albuquerque (PSB) desistiu de concorrer ao governo do Estado e anunciou que vai concorrer ao terceiro mandato consecutivo na Câmara dos Deputados.

PP e PSDB

 

Outra aliança confirmada hoje foi a do PP com o PSDB pela reeleição de Yeda Crusius (PSDB). O partido vai indicar o candidato a vice-governador, possivelmente o deputado federal Vilson Covatti, e uma candidata ao Senado, a jornalista Ana Amélia Lemos.

O impasse que havia entre as duas siglas foi resolvido com um recuo parcial de ambas. O PSDB concordou com a coligação para a Câmara. O PP, que queria coligação completa, abriu mão da aliança para a Assembleia Legislativa.

As alianças fechadas nesta segunda-feira deixam o quadro eleitoral gaúcho quase completo. O PMDB, que lançou o ex-prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, já havia fechado acordo com o PDT. O PTB mantém a candidatura do deputado estadual Luis Augusto Lara e pode contar com apoio do DEM. O PPS, que desistiu da chapa com o PSDB por não concordar com a coligação nas proporcionais com o PP, avalia a possibilidade de se aliar a Fogaça.

Mais conteúdo sobre:
eleição RS Tarso Genro PSB PCdoB

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.