Ed Ferreira/Estadão
Ed Ferreira/Estadão

PSB busca dissidentes e aposta em 2º turno para presidência da Câmara

'Temos o apoio do PSDB e vamos varar a noite trabalhando. Temos PPS e PV e vamos buscar os dissidentes', disse Júlio Delgado

André Borges, O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2015 | 12h33


BRASÍLIA - O candidato Júlio Delgado (PSB-MG), candidato à presidência da Câmara, trabalha em busca de votos de deputados dissidentes de outros partidos para tentar garantir sua ida para o segundo turno na eleição deste domingo. 


Delgado disse que o apoio do PSDB está garantido e que a reunião realizada nessa sexta-feira com o senador e presidente do partido, Aécio Neves, ajudou a consolidar a posição da sigla para apoiar sua candidatura. 


"Estamos muito firmes, vendo a motivação do bloco todo. Temos o apoio do PSDB e vamos varar a noite trabalhando. Temos PPS e PV e vamos buscar os dissidentes dos outros blocos para ganhar as eleições", disse Júlio Delgado ao Estado.  


Nessa sexta, Aécio Neves entrou em ação para tentar conter a debandada de deputados tucanos inclinados em votar em Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Foi uma retribuição ao apoio do PSB à sua candidatura à presidência no segundo turno.


"Ganhamos mais votos dentro do PSDB. Essa situação consolidou mais o grupo, estamos unificados para poder ganhar essas eleições. No PSB somos 34 votos e seremos 34 votos unidos amanhã", disse Delgado. 


Presente à reunião do partido, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP) reforçou a confiança no segundo turno. "Decidimos pela candidatura própria, temos um nome que está crescendo e estamos confiantes de que vamos eleger nosso companheiro. Nossa candidatura tem chances reais de levar o processo para o segundo turno", afirmou.


Secretário-geral do PSB e ex-governador do Espírito Santo, Renato Casagrande destacou que muitos parlamentares ainda não decidiram seu voto. "Estamos trabalhando firmes nesses apoios, como fizemos com o PSDB. As lideranças do PSDB estão trabalhando conosco, estão em linha com um relacionamento mais duradouro co o PSB", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraJúlio Delgado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.