PSB aprova indicativo de apoio a Alckmin em São Paulo

O diretório paulista do PSB aprovou nesta sexta-feira por unanimidade um indicativo de apoio à pré-candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) ao governo de São Paulo. No encontro, além do presidente estadual do partido, Márcio França, e do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, principais articuladores para essa coligação no Estado, discursaram a favor do indicativo os prefeitos Valdomiro Lopes (São José do Rio Preto) e Paulo Hadich (Limeira), a deputada federal Keiko Ota e os deputados estaduais Ed Thomas, Adilson Rossi, Marco Aurélio Ubiali e Carlos Cezar, este líder do PSB na Assembleia Legislativa, além do vereador da capital Eliseu Gabriel.

ANA FERNANDES, Agência Estado

06 Junho 2014 | 18h37

O apoio do prefeito de Marília, Vinicius Camarinha, foi enviado por fax, já que ele realiza hoje a entrega de uniformes escolares na cidade e não pôde estar presente. As falas mostraram uma posição coesa do partido em São Paulo pela aliança com o PSDB no Estado e confiança na indicação de França para ser vice na chapa de Alckmin. Houve diversas outras menções ao nome do presidente estadual do PSB para vice, todas ovacionadas.

A posição de vice também é almejada pelo ex-prefeito e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. Com a condenação de Kassab, nesta semana, por improbidade administrativa, os pessebistas avaliam que sua figura ficou enfraquecida, abrindo espaço para Márcio França. As vozes dissonantes foram minoria na reunião. A principal delas foi a do deputado federal Walter Feldman, representando a Rede de Marina Silva. Ele, contudo, precisou sair antes de haver alguma decisão, pois sua filha grávida está prestes a dar à luz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.