PSB ainda não definiu apoio para presidência do Senado

O senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), futuro líder do partido na Casa, afirmou nesta terça-feira que a bancada ainda não tem uma posição fechada sobre quem apoiará para a presidência do Senado. "Vamos analisar as candidaturas a partir da estaca zero. O PSB não foi formalmente procurado por nenhum candidato ao Senado querendo discutir propostas", afirmou Rollemberg, que pretende reunir os senadores do partido no início da semana que vem para tomar uma decisão.

RICARDO BRITO, Agência Estado

22 de janeiro de 2013 | 19h26

Rollemberg classificou como uma "posição pessoal" a carta divulgada na semana passada pelo colega de bancada João Capiberibe (AP) em que atacava a candidatura do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), e defendia uma "oxigenação" no comando do Senado. Para o futuro líder, as questões levantadas por Capiberibe, como a valorização da Casa e do processo legislativo, são comuns a muitos senadores.

O socialista adiantou que não gostaria que cada um na bancada de quatro parlamentares votasse como quisesse. Ele defende uma posição única. Questionado sobre se as candidaturas avulsas de Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Pedro Taques (PDT-MT) poderiam representar a mudança esperada, Rollemberg respondeu: "São pessoas que têm uma relação política de muita afinidade, agora não fizemos nenhuma discussão partidária com essas pessoas em torno de candidatura e nem fomos procurados formalmente por nenhum candidato".

Assim como já fez com a bancada da Câmara, a direção nacional do PSB não deve interferir na disputa para o comando do Senado. Na semana passada, o presidente do partido e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, avisou ao deputado federal Julio Delgado (PSB-MG), candidato à Presidência da Câmara, que a direção partidária não iria se envolver na disputa ao cargo. Delgado concorre ao cargo contra o líder do PMDB e favorito, Renan Calheiros (AL), e a atual vice-presidente da Casa, Rose de Freitas (PMDB-ES).

Tudo o que sabemos sobre:
PSBSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.