Provão reúne hoje 273 mil alunos no País

O Exame Nacional de Cursos (Provão) chega à sexta edição longe de ser uma unanimidade. Parte dos 273 mil alunos de 20 cursos de graduação inscritos promete boicotar a avaliação que será feita hoje, enquanto dirigentes criticam o seu formato e o uso dado ao sistema. Mas se depender do ministro da Educação, Paulo Renato Souza, a importância do Provão como instrumento para medir a qualidade do ensino superior brasileiro só deve aumentar. Leia mais no Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.