Protógenes promete ir à Justiça pelo cargo

O delegado Protógenes Queiroz disse ontem que vai "resistir judicialmente" à eventual expulsão dos quadros da Polícia Federal. Ele acredita que já há "predisposição" para sua condenação no processo aberto pela PF com base em gravação de um depoimento para o candidato do PT à Prefeitura de Poços de Caldas, Paulo Tadeu Silva D''Arcádia, na campanha eleitoral de 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.