Protógenes entrega pedido de CPI sobre Carlinhos Cachoeira

Deputado afirma ter coletado assinaturas necessárias para solicitar investigação da relação entre parlamentares e empresário do ramo de jogos

do estadão.com.br

20 Março 2012 | 19h03

O deputado Protógenes Queiroz (PC do B-SP) entregou nesta terça-feira, 20, pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a relação de parlamentares com o empresário do ramo de jogos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. O pedido foi entregue ao presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS).

 

Carlinhos Cachoeira foi preso no final de fevereiro na Operação Monte Carlo, deflagrada pela Polícia Federal e que levou cerca de 30 pessoas à prisão. Protógenes afirmou que a intenção é verificar possíveis financiamentos de campanha feitos pelo empresário a parlamentares.

 

De acordo com a assessoria do deputado, o pedido superou a adesão mínima necessária para formalizar a instalação de uma CPI, ou seja, 171 assinaturas. O número exato e os partidos que assinaram não foram informados. A Mesa da Câmara ainda precisa conferir as assinaturas para o requerimento ter sequência na casa.

 

Na semana passada, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse que vai analisar diálogos entre o empresário e parlamentares de Goiás. Suspeito de chefiar um grupo que explora máquinas caça-níqueis, Cachoeira manteve conversas telefônicas com o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e presenteou o parlamentar com uma geladeira e um fogão importados. Haveria diálogos com outros congressistas goianos.

 

 

Mais conteúdo sobre:
carlinhos cachoeiraprotógenes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.