Protógenes é afastado da diretoria de Inteligência da PF

Delegado que comandou a Operação Satiagraha foi responsável pelas prisões do banqueiro Daniel Dantas

Agência Brasil,

24 de novembro de 2008 | 21h58

A Polícia Federal confirmou na noite desta segunda-feira, 24, o afastamento do delegado Protógenes Queiroz da diretoria de Inteligência do órgão. Protógenes, que comandou até julho passado a Operação Satiagraha, foi responsável pelas prisões do banqueiro Daniel Dantas, dono do Opportunity, do ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta e do empresário Naji Nahas, acusados de desvio de verbas públicas e crimes financeiros. O afastamento foi comunicado a Protógenes pelo diretor de Inteligência, Daniel Lorenz, que já havia feito críticas públicas aos métodos utilizados pelo delegado na operação. A nova função do delegado será definida, nos próximos dias, pelo departamento de Recursos Humanos da instituição. Protógenes foi afastado em julho do comando da Operação Satiagraha em meio a denúncias de que teria vazado informações sobre a operação, motivo pelo qual, agora, ele é alvo de investigação por parte da Corregedoria da PF.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.