Protógenes age como candidato na festa do 1º de Maio

Embora tenha declarado não ser ?candidato a nada?, o delegado afastado da Polícia Federal (PF) Protógenes Queiroz foi um dos poucos a manter-se no pequeno palco montado para oradores no evento da Força Sindical durante os 45 minutos dedicados ao ato político. No espaço, com capacidade para oito pessoas, os convidados a discursarem se revezavam, mas Protógenes não arredou pé. O evento reuniu 1 milhão de pessoas na praça Campo de Bagatelle, na zona norte da cidade.

AE, Agencia Estado

02 de maio de 2009 | 07h19

O responsável pela Operação Satiagraha, que chegou a prender o banqueiro Daniel Dantas, e afastado por supostos abusos na operação, o delegado se manteve o tempo todo ao lado do responsável pela festa, o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, e do apresentador dos oradores. Ele disse ter comparecido à festa porque recebeu ?um generoso? convite dos organizadores. ?Tenho de comparecer onde o povo está pois faço parte dessa grande massa sofrida que não compactua com o que está errado?, justificou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.