Protesto pede condenação por morte de vereador em SP

Com faixas e cartazes, um grupo de moradores de Analândia, interior de São Paulo, ocupou hoje a frente do Fórum de Itirapina, a 213 quilômetros da capital paulista, para pedir a condenação dos acusados da morte do vereador Evaldo José Nalin (DEM), executado com sete tiros em outubro do ano passado. No Fórum, era realizada a audiência para a tomada dos depoimentos das testemunhas do caso, na presença do acusado de ser o mandante do crime, Luis Carlos Perin, que até a sua prisão chefiava o departamento de educação da prefeitura de Analândia. Perin teve a prisão preventiva decretada pela Justiça porque estaria coagindo testemunhas.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

15 de fevereiro de 2011 | 18h43

Os manifestantes vestiam camisetas com a foto do vereador assassinado. Nalin estava em seu primeiro mandato legislativo e tinha pedido uma auditoria nas contas do ex-prefeito José Roberto Perin, atual chefe de gabinete da prefeitura. Ele também havia denunciado irregularidades em concursos públicos do município e recebia ameaças.

José Roberto é irmão do acusado Luis Carlos e primo do atual prefeito Luiz Garbuio (DEM). A família controla a administração de Analândia há quase 20 anos. O vereador foi assassinado por dois homens que invadiram sua casa. Um deles, apontado como André Picanto, morreu atropelado antes de ser preso. O outro atirador ainda não foi localizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.