Protesto do MST interdita ponte

Mais de mil pessoas ligadas ao MST, além de pequenos agricultores, interrompem o tráfego pela ponte internacional em Uruguaiana, na divisa com a Argentina. Eles pretendem impedir a circulação de caminhões na fronteira por três dias. A manifestação faz parte do dia de protesto pela morte de 19 sem-terra em Eldorado dos Carajás (PA). O massacre ocorreu no dia 17 de abril de 1996. O movimento no Rio Grande do Sul realiza manifestações na BR-290, em Arroio dos Ratos, e também na BR-377, em Cruz Alta. Eles vão interromper durante a manhã, por 19 minutos, o trânsito nas rodovias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.