Protesto deve ter 7 mil pessoas em Presidente Prudente, preveem organizadores

Movimento distribui panfletos e adesivos na cidade do interior paulista

Sandro Villar, Especial para O Estado

15 de agosto de 2015 | 20h06

Desde terça-feira, 20 mil panfletos e 1.100 adesivos de carros com a frase "Eu Vou Pra Rua" estão sendo entregues à população de Presidente Prudente por 60 voluntários do Movimento Vem Pra Rua, que também usam carro de som. Pelo menos 7 mil pessoas são esperadas pelos organizadores no protesto de hoje em Presidente Prudente (SP). 

Além do fim da corrupção, os manifestantes vão exigir a renúncia ou o impeachment da presidente. "O foco é esse e, para o impeachment, só falta a manifestação popular. A gente quer que ela (Dilma) saia de forma legal, pois se continuar (no governo) só tende a piorar. A renúncia também seria uma saída honrosa", afirmou o jornalista e publicitário Arildo César Chezlacki Júnior, de 39 anos, coordenador do Movimento Vem Pra Rua na cidade.

Partidos políticos ficarão de fora. "Deputados, prefeitos e vereadores não foram convidados, pois não queremos que eles discursem num ato que é do cidadão", justificou Chezlacki Júnior. 

Depois do protesto no Parque do Povo, haverá uma passeata e a soltura de cinco mil balões com imagens de Lula e Dilma. "Vamos mandar a corrupção pro espaço", completou o coordenador.

Manifestações. Toque nos itens para detalhes. Reduza o zoom para ver eventos em outros países

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.