Protesto de sem-terra libera cancela de pedágio no Paraná

Cerca de 350 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST)ocuparam hoje a praça de pedágio de Cascavel, a cerca de 520 quilômetros de Curitiba, e liberaram as cancelas. Eles protestam contra a morte de cinco integrantes do movimento e o ferimento em outros 20 ocorrido há um mês no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, e pedem a punição para os culpados.De acordo com a assessoria da Rodovia das Cataratas, concessionária responsável por aquele trecho, a ocupação foi pacífica e não houve dano aos equipamentos. Os funcionários também não foram importunados. A Polícia Rodoviária manteve as viaturas por perto para evitar excessos. Por dia estima-se que passem pelo local entre 3,2 mil e 3,5 mil carros. A previsão dos manifestantes é de retornar ao acampamento Primeiro de Agosto, próximo à rodovia, no início da noite. Na BR-376, próximo a Ponta Grossa, a 120 quilômetros de Curitiba, a pista foi fechada por apenas 15 minutos pelo MST.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.