Protesto de agentes comunitários aguarda Lula em Feira de Santana

Um grupo de 50 agentes comunitários do programaSaúde da Família, vai aproveitar a visita de Lula a Feira de Santana, para protestar contra a tentativa do Ministério Público doTrabalho de obrigar o Ministério da Saúde realizar concurso público para recontratar os 192 mil agentes que atuam no programaem todo o Brasil. ?Queremos o apoio do presidente Lula porque há o risco de demissão em massa? disse a presidente daassociação da categoria na Bahia Lucia Gutemberg.O MP quer o estabelecimento de escolaridade mínima de segundo grau para os agentes do programa. ?Oitenta por cento daspessoas que trabalham com a saúde da família já têm o segundo grau, mas se abrirem concurso sabemos que a maioria dos quevão se inscrever será o de universitário, o que nos deixará sem chances de permanecer no emprego?, comentou Lucia. Com afaixa ?Sr. Presidente, os agentes comunitários querem seus direitos trabalhistas? o grupo está aguardando a chegada de Lulapara lhe entregar uma carta com as reivindicações da categoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.