Protesto contra corrupção já mobiliza cidades do interior paulista

Em Jundiaí, aproximadamente 700 pessoas se concentraram na Avenida 9 de Julho, segundo a PM; já em São José do Rio Preto foram cerca de 500 manifestantes

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

26 Março 2017 | 13h15

SOROCABA – Manifestações contra a corrupção, pelo fim do foro privilegiado e de apoio às investigações da Lava Jato já mobilizam cidades do interior de São Paulo neste domingo, 26. Em Jundiaí, 700 pessoas, segundo a Polícia Militar se concentraram na Avenida 9 de Julho e seguiram em passeata em direção a um shopping. O grupo levava bandeiras do Brasil e muitos vestiam verde e amarelo. O Movimento Brasil Livre (MBL), organizador do protesto, estimou o público em 1,5 mil pessoas. Locutores do carro de som pediam também o fim dos super salários e do financiamento público das campanhas eleitorais.

A mesma pauta foi apresentada durante manifestação em Araçatuba, noroeste paulista, também organizada pelo MBL. O evento reuniu 200 pessoas, segundo a Polícia Militar, número confirmado pelos organizadores. “Queremos um Brasil livre da corrupção!”, dizia a faixa estendida pelos manifestantes em Votuporanga, oeste paulista. O grupo com 500 pessoas, segundo a Polícia Militar – mesmo número estimado pela organização – se reuniu na Concha Acústica. Não houve incidentes.

Em São José do Rio Preto, a manifestação organizada pelo Movimento Cidadania Brasil (MCB) aconteceu em frente ao Mercadão Municipal. "Temos que impedir o esvaziamento da Lava Jato, pois seria prejudicial ao país, mas não adianta os processos chegarem ao Supremo (Tribunal Federal) e não andarem por causa do foro privilegiado", disse Manoel Torres, membro do MCB. A Polícia Militar calculou o público em 500 pessoas – os organizadores estimaram em mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.