Proteção especial até para cortar o cabelo

Fora da diretoria, mas com poder que até senador duvida. Uma "barreira" de seis policiais do Senado se formou ontem na entrada da barbearia da Casa, pouco antes da 19 horas, para impedir o fotógrafo Beto Barata, do Estado, de registrar o ex-diretor-geral Agaciel Maia cortando o cabelo. A Secretaria de Polícia do Senado disse não haver nenhum tipo de ordem para dar proteção especial ao ex-diretor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.