Proposta de aumento divide policiais na Bahia

A proposta de aumento salarial de 21% escalonado para policiais civis e militares, feita pelogoverno baiano, dividiu a categoria.Sindicalistas ligados aos policiais civis acham a proposta aceitável, enquanto líderes da políciamilitar, como o sargento Manoel Isidório de Santana, consideram o aumento muito pequeno e querem uma nova rodada denegociações.Até as 22 horas desta segunda-feira, os sindicalistas que negociaram o acordo estavam discutindo o assunto com osrepresentantes dos batalhões e o comando da PM, o que significa, pelo menos por enquanto, a continuidade da greve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.