Imagem João Domingos
Colunista
João Domingos
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Propaganda do PSB traz jogral entre Campos e Marina

A propaganda eleitoral do PSB que será transmitida nesta quarta-feira, 09, em cadeia nacional de rádio e TV simulará um jogral entre o presidente do partido, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e a ex-ministra Marina Silva, que se filiou menos de 48 horas depois de ver o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negar o registro à Rede Sustentabilidade, o partido que ela tentou criar. Em 2010, Lula fez o mesmo para apresentar Dilma Rousseff aos eleitores que a elegeriam em outubro.

JOÃO DOMINGOS, Agência Estado

08 de outubro de 2013 | 19h41

Para o jogral serão utilizadas cenas da cerimônia de filiação de Marina e da entrevista coletiva que ela e Campos deram aos meios de comunicação, no sábado, 05. Foram escolhidas as frases mais marcantes dos dois, a exemplo desta, dita por Marina: "O PSB tem um governador que trabalhou para viabilizar a sua candidatura, que está trabalhando para não ser cassado de forma diferente da minha", e desta, por Eduardo Campos: "Discutimos aquilo que a política brasileira abandonou: o povo, a esperança, a leveza que falta e o sonho de transformar esse País".

No mesmo programa, que não esquecerá o bordão "podemos fazer mais", uma espécie de passo adiante da rede de proteção social montada pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva e preservada por presidente Dilma Rousseff, serão apresentados prêmios que o governo de Eduardo Campos recebeu da ONU. Neste ano, em junho, ele recebeu um prêmio pelo programa "Pacto pela vida", que reduziu a violência no Estado. No ano passado, ganhou outros dois, um pela gestão e outro pelo apoio à mulher trabalhadora.

Tudo o que sabemos sobre:
Eduardo CamposMarinapropaganda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.