Promotoria acusa Gustavo Perrella de enriquecimento ilícito

Deputado é acusado de usar verba da Assembleia de Minas para abastecer helicóptero apreendido com cocaína

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

30 Junho 2014 | 22h17

 Belo Horizonte - O Ministério Público de Minas Gerais apresentou à Justiça ação por improbidade administrativa contra o deputado estadual Gustavo Perrella (SDD). Ele é acusado de enriquecimento ilícito por usar verba indenizatória da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para abastecer um helicóptero particular. 

A aeronave foi apreendida pela Polícia Federal no Espírito Santo em novembro do ano passado após ser usada para transportar 445 quilos de cocaína pura do Paraguai para o Brasil. 

Um piloto que trabalhava para a empresa da família do deputado e tinha cargo na Assembleia por indicação do parlamentar foi preso em flagrante. 

Segundo a ação civil pública, Perrella teria recebido R$ 14 mil de verba indenizatória da Casa para custear o abastecimento do helicóptero. O deputado é filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), que também usou verba indenizatória do Senado para custear combustível para a aeronave – que está registrada no nome da Limeira Agropecuária e Participações Ltda., criada por Zezé e hoje nos nomes de Gustavo em sociedade com a irmã Carolina Perrella e André Costa. 

Na ação, os promotores pedem que o parlamentar seja condenado à perda do mandado, tenha os direitos políticos cassados por até oito anos e seja obrigado a devolver aos cofres públicos o dinheiro que teria recebido irregularmente porque houve “manifesto desvio de finalidade na conduta”. 

A Justiça ainda não se manifestou sobre a ação. O parlamentar não foi encontrado em seu gabinete no início da noite de ontem. Seu advogado também não foi localizado. Gustavo Perrella não foi indiciado pela Polícia Federal e ficou de fora também da acusação formal no processo que tramita na Justiça Federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.