Promotor pede investigação contra Lula e Marta

O promotor da Justiça eleitoral, José Ricardo Vieira de Freitas, representou hoje contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e a prefeita de São Paulo e candidata à reeleição, Marta Suplicy (PT) por infração da lei eleitoral. A representação se baseia no discurso feito pelo presidente, durante a inauguração do prolongamento da Radial Leste, quando pediu votos para Marta.Para Freitas, ambos feriram o artigo 73, inciso I da Lei das Eleições (lei 9.504/97). A pena prevista é multa de R$ 5 mil a R$ 100 mil. A representação foi entregue ao juiz da 1ª Zona Eleitoral e o promotor pede a remessa de cópias da peça à Procuradoria Geral da República para apurar eventual crime de improbidade administrativa. Se a representação for aceita, Lula e Marta terão prazo de 24 horas para apresentar defesa por escrito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.