Promotor diz que candidatos em SP anteciparam propaganda

O promotor de Justiça eleitoral Saad Mazloum entrou hoje comrepresentação na 1ª Zona Eleitoral da capital contra cinco candidatos à prefeitura de São Paulo: Paulo Salim Maluf (PP), LuizaErundina (PSB), Marta Suplicy (PT), José Serra (PSDB), e Paulo José da Silva (PDT), por propaganda eleitoral antecipada.Nos programas veiculados em cadeia de rede estadual de televisão, destinado aos partidos que os apóiam, em maio e junhoúltimo, quase todo o tempo foi gasto na propaganda eleitoral dos então pré-candidatos, segundo o juiz. Para ele, foi violada a lei com a divulgação de propaganda eleitoral em horário destinado à exclusiva propaganda partidária. A pena prevista é a de multa de R$ 20 mil a R$ 50 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.