Promotor dá parecer pela soltura de José Rainha

O promotor público Marcelo Cresti, do Fórum de Teodoro Sampaio, no Pontal do Paranapanema, deu parecer favorável à libertação do líder do Movimento dos Sem Terra (MST), José Rainha Júnior, preso por porte ilegal de arma desde o dia 25 de abril na cadeia pública de Presidente Venceslau. O processo foi encaminhado ao juiz Atis de Araujo. Se o juiz concordar com o parecer do promotor, Rainha pode ser solto ainda hoje. O promotor disse ter levado em conta o fato de Rainha estar respondendo a vários processos, mas todos eles de crimes relacionados a invasões de terras. "Eu mesmo o denunciei seis vezes só no ano passado, mas em nenhuma delas pedi sua prisão preventiva, por entender que ele pode responder por seus atos em liberdade." Segundo ele, o crime de porte de arma, cometido pelo líder do MST, admite a fixação de fiança pelo juiz, embora a arma seja de uso restrito. Rainha foi parado em uma barreira policial levando no carro uma escopeta calibre 12.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.