DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Projeto sobre orçamento impositivo será discutido com deputados, diz líder do governo

Congresso adiou análise dos vetos de Bolsonaro ao projeto que faria o governo a repassar verbas de todas as indicações de emendas parlamentares

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2020 | 21h06

BRASÍLIA - O projeto do governo para regulamentar o orçamento impositivo e devolver aos ministérios autonomia sobre parte dos recursos deve ser discutido com parlamentares antes de ser formalmente apresentado.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), afirmou que o texto "está chegando hoje" e será discutido com o relatores do Orçamento, Domingos Neto (PSD-CE), e da Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano, Cacá Leão (PP-BA).

Na quarta-feira, 12, o Congresso adiou a análise dos vetos do presidente Jair Bolsonaro ao projeto que obriga o governo a pagar as emendas indicadas pelo relator do Orçamento e pelas comissões do Legislativo, o que faria o orçamento impositivo ser ampliado para todas as indicações parlamentares.

O acordo fechado entre governo e a cúpula do Congresso para devolver aos ministérios a autonomia sobre R$ 11 bilhões dos R$ 30 bilhões aprovados no Orçamento como emendas de relator desagradou deputados, que defendem a derrubada integral do veto presidencial. Além disso, o governo ainda não enviou ao Congresso o projeto prevendo essa alteração de controle dos recursos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.