Projeto prevê liberação de bingo e proíbe caça-níqueis

Os líderes do PSDB e do PFL no Senado, Arthur Virgílio (AM) e José Agripino (PFL), disseram que vão apresentar um projeto de lei proibindo em todo o território nacional a exploração de jogos em máquinas eletrônicas e eletromecânicas ou mecânicas, os chamados caça-níqueis. A proposta também prevê a liberação dos jogos de bingo por cartela e do chamado bingo eventual, que tem caráter filantrópico. O projeto ainda contempla a manutenção de jogos como loteria esportiva, mega-sena e as loterias estaduais, que são controladas pela Caixa Econômica Federal e já estão regulamentadas.De acordo com o projeto, os jogos de bingo só poderão funcionar após a sua aprovação no Legislativo e também depois de sua regulamentação. O projeto tem como base uma emenda do senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO), que foi objeto de discussão ontem no Senado entre a oposição e os govenistas. Como não houve acordo com o governo em torno do texto, o senador Argipino disse que a oposição ficou frustrada e decidiu apresentar o projeto. Os líderes da oposição vão tentar junto aos governistas que esse projeto tramite em caráter de urgência urgentíssima. De acordo com Agripino, o presidente Lula já manifestou interesse em regulamentar os bingos e, por isso, a oposição considera que o governo poderá atuar para que a regulamentação seja feita o mais rapidamente possível. Agripino disse também que a idéia é restabelecer os empregos que foram extintos com o fechamento das casas de bingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.